Home Ouvidoria Voluntariado Trabalhe na ISCAL Intranet Mapa do Site
A ISCAL
Unidades da ISCAL
Convênios de Saúde
Serviços
Pastoral da Saúde
Ensino e Pesquisa
Voluntariado e   Comunidade
Fornecedores
Imprensa
Fale Conosco
NotÝcias
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto
Tamanho do texto

HCor visita Hospital Infantil para conhecer a assistência cardíaca 


Uma equipe do HCor, Hospital do Coração de São Paulo, visitou o Hospital Infantil Sagrada Família para conhecer o serviço de cirurgia cardíaca pediátrica. O trabalho do HCor faz parte do Plano Nacional de Assistência à Criança com Cardiopatia Congênita, contemplado pelo Proadi-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS), do Ministério da Saúde.  

Referência no atendimento à cardiopatia infantil para o SUS (Sistema Único de Saúde) no interior do Paraná, o Hospital Infantil realizou um total de 267 procedimentos cardíacos em 130 crianças cardiopatas em 2018. A maioria, 65% delas, é de crianças de fora de Londrina, incluindo três casos de fora do Paraná. 
 
Os médicos Flaviane Martins, Luiz Takeshi e Gualter Pinheiro Jr, com Fernando Antoniali, do HCor
Os números impressionaram a equipe do HCor. “É uma grande produção para o tamanho do Hospital”, destacaram os profissionais durante a visita. O HCor é referência nacional e internacional em cardiologia e outras especialidades, reconhecido pelo Ministério da Saúde como um hospital de excelência. De acordo com eles, o atendimento da cirurgia cardíaca no Hospital Infantil está no mesmo nível de grandes hospitais do Brasil.

No Brasil, 67 hospitais estão habilitados para o atendimento à criança com cardiopatia pelo SUS. O Hospital Infantil foi o 41º a ser visitado dentro do Proadi-SUS. O objetivo do trabalho, de acordo com eles, é fazer um diagnóstico da situação da assistência à criança com cardiopatia congênita no país para fortalecer a resolutividade. 

Cardiocirurgião Luiz Takeshi apresentando os dados do Hospital Infantil à equipe 3ª causa de morte - Dados da SBCCV apresentados pelo cirurgião cardíaco Luiz Takeshi Nagahashi, da equipe do Hospital Infantil, mostram que por ano 28,9 mil crianças nascem no Brasil com cardiopatia congênita. Dessas, 65% não têm acesso ao procedimento indicado, sendo a 3ª causa de mortalidade infantil neonatal. Os dados apontam que a cardiopatia é o defeito congênito mais comum com 1 criança cardiopata para cada 100 nascidas vivas. 

Três profissionais integraram a equipe do HCor: o cardiologista, vice-presidente de Cirurgia Cardiovascular Pediátrica na Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), Fernando Antoniali, de Campinas; e as enfermeiras consultoras do HCor, Edileuza Novaes e Ana Tucunduva Cardoso. Eles passaram uma manhã inteira no Hospital Infantil, entre visitas às estruturas físicas e reuniões com médicos, gerentes e equipe multiprofissional, além de Fahd Haddad, superintendente da Iscal (Irmandade da Santa Casa de Londrina), administradora do Hospital Infantil.

A Santa Casa de Londrina, outro hospital da Iscal, foi contemplada por outros três projetos do Proadi-SUS em diferentes áreas, em parcerias com o Hospital Israelense Albert Einstein, o Sírio Libanês e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Equipe do HCor com a equipe do Hospital Infantil
..................................
Assessoria de Comunicação | ISCAL
FOTOS: Arquivo ISCAL

 

 

Pesquisar:
 
 
 
Rua Senador Souza Naves, 441 - 15°andar • CEP 86010-160 • Londrina/PR