Home Ouvidoria Voluntariado Trabalhe na ISCAL Intranet Mapa do Site
A ISCAL
Unidades da ISCAL
Convênios de Saúde
Serviços
Pastoral da Saúde
Ensino e Pesquisa
Voluntariado e   Comunidade
Fornecedores
Imprensa
Fale Conosco
NotÝcias
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto
Tamanho do texto

postado em 20.07.2015

Oportunidade
CEPMTA oferece cursos técnicos gratuitos pelo Pronatec
 
O Centro de Educação Profissional Mater Ter Admirabilis (CEPMTA) oferece quatro cursos técnicos em saúde totalmente gratuitos. As vagas são oferecidas pelo PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), com inscrições abertas a partir do dia 20 (próxima segunda-feira). A Escola é a única com cursos pelo PRONATEC em Londrina nesse ano. Nessa etapa de inscrições, serão aceitos somente candidatos que concluíram o ensino médio nos últimos três anos (2012, 2013 e 2014).

São mais de 100 vagas distribuídas entre os cursos técnicos em Análises Clínicas, Enfermagem, Podologia e Radiologia. As aulas começam em agosto, com duração média de um ano e meio dependendo do curso.

Interessados que não se encaixam no critério do PRONATEC, têm a opção das bolsas de estudo de 50% pelo Educa Mais Brasil – programa de inclusão educacional que oferece bolsas em todo país.  

SERVIÇO – Inscrições no PRONATEC - de 20 de julho a 02 de agosto, somente pelo site do SISUTEC – www.sisutec.mec.gov.br. Inscrições no Educa Mais Brasil – www.educamaisbrasil.com.br.  Outras informações pelo fone (43) 3374-4900.  O CEPMTA fica na rua Ulrico Zuinglio, 757, Gleba Palhano, Londrina.


Metade dos alunos termina o curso com emprego garantido

Alunos durante aula de anatomiaTécnicos em saúde são rapidamente empregados em Londrina e região. Prova disso é que, em média, 50% dos alunos do Mater Ter Admirabilis terminam o curso já empregados. O índice sobe para mais de 70% quando o profissional é técnico de Enfermagem. Só nos hospitais da Irmandade da Santa Casa de Londrina (ISCAL) são 45 vagas abertas para contratação imediata de técnicos em Enfermagem.

A área, de maioria feminina, vive ainda a falta de mão de obra do sexo masculino. Nos hospitais da ISCAL, por exemplo, a filosofia orienta que os cuidados íntimos dos pacientes sejam feitos por profissionais do mesmo sexo. Para isso seriam necessários em torno de 100 profissionais do sexo masculino. Mas a realidade é bem diferente – dos 350 técnicos em enfermagem da ISCAL apenas 30 são do sexo masculino. Falta  nos hospitais e nas salas de aula. Entre os 134 futuros técnicos em enfermagem do CEPMTA, somente 11 são homens.

........................
Assessoria de Comunicação | ISCAL

 

 

Pesquisar:
 
 
 
Rua Senador Souza Naves, 441 - 15°andar • CEP 86010-160 • Londrina/PR