Home Ouvidoria Voluntariado Trabalhe na ISCAL Intranet Mapa do Site
A ISCAL
Unidades da ISCAL
Convênios de Saúde
Serviços
Pastoral da Saúde
Ensino e Pesquisa
Voluntariado e   Comunidade
Fornecedores
Imprensa
Fale Conosco
Notcias
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto
Tamanho do texto

foto da home: Adriana Barbosa dos Santos, uma das primeiras mães a usar o espaço de acolhimento, antes mesmo da entrega oficial

humanização

Hospital Infantil ganha quartos para acolher pais de pacientes de fora de Londrina

Pais e mães de pacientes de fora de Londrina, internados no Hospital Infantil Sagrada Família ganham quartos equipados para permanecerem no Hospital durante todo o tratamento da criança.  O novo espaço, inaugurado no início de janeiro, resolve o antigo problema da falta de vagas para esses familiares nas casas de apoio disponíveis em Londrina e será oferecida sem nenhum custo a esses familiares.  

A mãe Adriana Santos começou a usar o quarto antes mesmo da inauguração

Antes eles passavam a noite em sofás e bancos de madeira em áreas comuns externas ao Hospital. “Era bem desconfortável. Dava dor no corpo inteiro, lembra Adriana Barbosa dos Santos, mãe de Davi Lukas. Uma das primeiras mães a usar o novo espaço, Adriana, mora em Tamboara, a 185 km de Londrina, e acompanha o filho internado na UTI desde que nasceu no início de dezembro. “Com um quarto, cama pra dormir, a gente levanta até com mais energia pra enfrentar mais um dia de luta. Só quem é mãe sabe”, compara.

Parceria pela humanização - O acolhimento familiar foi possível graças à parceria entre o Hospital Infantil e a Associação de Assistência  à Criança Cardiopata (AACC) Pequenos Corações. O investimento conjunto foi de R$ 37 mil. São quatro leitos em dois quartos com suíte. Cada quarto tem frigobar, TV, armários planejados e ventilador, além da roupa de cama e banho. O Hospital fez a obra física – reforma e adaptação do espaço de 21 m², investindo R$ 25 mil. A Pequenos Corações mobiliou e equipou com ajuda de colabodores, num investimento de R$ 12 mil.

“Agora essas mães poderão descansar com mais qualidade para estarem mais fortes ao enfrentar essa batalha pela vida dos seus filhos”, diz Vanessa Rodrigues, coordenadora do núcleo da  AACC Pequenos Corações em Londrina.  A assistente social do Hospital Infantil, Melissa Benício Faria, afirma que para os quartos são “a realização de um sonho” de toda equipe. “Ver essas mães dormindo no sofá, no banco, mexia com a gente. Agora elas têm um espaço digno para ficar", destaca. 

Pacientes de todo Paraná - Os 4 leitos são específicos para pais de pacientes das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Hospital. Em média, são quatro novas mães ou pais por mês. A permanência deles no Hospital é de, em média, 30 dias. Podendo chegar a meses, dependendo da gravidade do caso do paciente. O Hospital Infantil disponibiliza  20 leitos de UTI.

Referência para o Sistema Único de Saúde (SUS) em alta complexidade, o Hospital recebe pacientes de todo o Paraná e também de outros estados. Em 2016 foram 34.666 pacientes atendidos. Desses, 375 eram pacientes de UTI. Dos pacientes de UTI, 253 eram de fora de Londrina.  O Hospital atende na maioria pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

.......................................

Assessoria de Comunicação | ISCAL

fotos: Elvira Alegre

 

 

Pesquisar:
 
 
 
Rua Senador Souza Naves, 441 - 15°andar • CEP 86010-160 • Londrina/PR