Home Ouvidoria Voluntariado Trabalhe na ISCAL Intranet Mapa do Site
A ISCAL
Unidades da ISCAL
Convênios de Saúde
Serviços
Pastoral da Saúde
Ensino e Pesquisa
Voluntariado e   Comunidade
Fornecedores
Imprensa
Fale Conosco
NotÝcias
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto
Tamanho do texto

01/04/2010

Médicos da Santa Casa participam de pesquisa mundial de novo medicamento

Cardiologistas da Santa Casa de Londrina participam da pesquisa clínica de um  medicamento para tratamento de doenças cardiocirculatórias em adultos.  A pesquisa é internacional e multicêntrica, sendo desenvolvida simultaneamente em 40 países, cada um com vários centros de trabalho. Só no Brasil são 40 centros. Quatro deles estão no Paraná - três em Curitiba e um Londrina, com sede na Santa Casa de Londrina.

A equipe da Santa Casa participa da terceira fase do estudo clínico. Nessa etapa são comparados os resultados do uso do produto em desenvolvimento com os melhores tratamentos disponíveis atualmente. Antes dessa etapa, outras duas também envolveram estudos com humanos, quando foram testadas a segurança do produto, a eficácia e a toxidade. Isso tudo, depois dos estudos pré-clínicos quando são feitos os testes de laboratório e experiências com animais.  A estimativa segundo o investigador principal do centro de pesquisa de Londrina, o médico hemodinamicista Ricardo Uedae Ueda, é que, durante as três fases dos estudos clínicos, mais de 10 mil pessoas voluntárias estarão participando dos testes.  

Ueda afirma que a  primeira impressão é a de que o produto é promissor. "É gratificante poder contribuir para mudar o rumo do tratamento da doença", diz ele, esclarecendo que o tratamento atualmente usado, apesar dos benefícios, também apresenta "efeitos negativos". A confidencialidade do estudo impede os participantes de divulgarem detalhes sobre a pesquisa, como o nome do projeto, do medicamento ou do patrocinador.

Além de Ueda, o centro de pesquisa de Londrina conta com o trabalho direto dos médicos Douglas Grion, Milton Ferreira Neves Filho, Marco César Miguita, José Dantas Grion e Leandro Peron de Oliveira.  Dois enfermeiros coordenadores, Vinícius Alberto Barros Vieira e Adriana dos Santos Grion, também integram a equipe.

A Santa Casa foi escolhida para sediar o centro de Londrina pelas suas características estruturais e de serviços oferecidos. O hospital é referência para o Ministério da Saúde (MS) no tratamento de doenças cardiocirculatórias e urgência e emergência, entre outros, além de ser o único do interior do Paraná credenciado pelo MS para realizar transplantes cardíacos. 

 

 

Pesquisar:
 
 
 
Rua Senador Souza Naves, 441 - 15°andar • CEP 86010-160 • Londrina/PR