Home Ouvidoria Voluntariado Trabalhe na ISCAL Intranet Mapa do Site
A ISCAL
Unidades da ISCAL
Convênios de Saúde
Serviços
Pastoral da Saúde
Ensino e Pesquisa
Voluntariado e   Comunidade
Fornecedores
Imprensa
Fale Conosco
NotÝcias
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto
Tamanho do texto

18/05/2012

foto da home - Emilson conta sua experiência na fila de espera

Ciclo pela saúde
Palestra sobre doações de órgãos e a sociedade encerra evento

Steffany acompanhada de sua mãe na abertura do CicloO aumento do número de doações e o impacto na sociedade é o tema da palestra de encerramento do Ciclo de Atividades pela Saúde. A convidada para falar sobre o tema é a coordenadora da Central de Transplantes de Londrina, Ogle Beatriz Bacchi. Um beneficiado com  doação de órgãos, Edson de Campos, que fez transplante de coração, também participa do encerramento, contando sobre sua vida antes e depois da doação.

Além disso, será divulgado o resultado do concurso “Crie um mascote e slogan para a CIHDOTT”. O encerramento do Ciclo de atividades será nesta segunda-feira, 21 de maio, às 19h30 no Auditório da Associação Parananse de Supermercados (Apras), que fica na rua Rio Grande do Norte, 750, esquina com a rua Cuiabá.

Um dos pontos altos do Ciclo, que comemora a Semana da Enfermagem na ISCAL, foi a participação de dois pacientes que aguardam na fila de transplante. Os depoimentos de Edmilson Cruz de Andrade, 27 anos, e Steffany Caroline, 17 anos, emocionaram os participantes dias atrás no auditório da Santa Casa.

 “Só quem passa a dor sabe a agonia da espera por um órgão”, declarou Edmilson, que há 3 anos está na fila de espera por um coração. Mesmo limitado, sem poder realizar mínimos esforços e atividades simples, como dirigir um carro e andar de bicicleta, consegue ter um outro olhar sobre a vida. “É gratificante contar para as pessoas a minha situação. Eu valorizo mais a minha família porque tenho que passar força para quem está ao meu lado”, disse.

Devido à fragilidade do caso, o depoimento de Steffany Caroline na espera por um coração foi gravado em vídeo. “Um órgão pode salvar uma vida. (Quando receber um coração), tudo vai mudar, não só a minha vida mas tudo ao meu redor e as coisas serão diferentes”, afirmou a menina entre lágrimas. “Eu sei que a minha hora vai chegar”, encerrou esperançosa.


O Ciclo “Doação de órgãos: Opção pela Vida” foi organizado pela Gerência Multiprofissional, CEPMTA e Instituto Mãos para Saúde, com o objetivo de sensibilizar as equipes multiprofissionais da ISCAL para importância do tema. 

.................................

Assesoria de Comunicação | ISCAL

 

 

Pesquisar:
 
 
 
Rua Senador Souza Naves, 441 - 15°andar • CEP 86010-160 • Londrina/PR